segunda-feira - 22, julho, 2013 | por: Bom Retiro Na Moda

Um certo “je ne sais quoi”

d1

“A liberdade guiando o povo” de Delacroix

Finalmente comecei um projeto pessoal que já vinha cultivando há muito tempo: aprender Francês! Estou tão empolgada com a nova empreitada que boa parte do meu tempo tem girado mais ou menos em torno do tema França.
Impossível falar de França sem passar por outro tema recorrente: o estilo das mulheres francesas. “Magnifique!”
Verdade que muitas francesas, as parisienses pelo menos, são mesmo chiques e elegantes, mas, quando andamos pelas ruas de Paris é claro que não vemos sempre e só essa mulher “très chique” que mora no nosso inconsciente.
Ufa! Que alívio. Já estava aqui me perguntando como é que elas conseguem, porque, de verdade, tem dia que parece noite e nem sempre dá para estar im-pe-cá-vel, certo belas da vida real?
Então, de onde vem essa imagem de mulher mais chique do mundo? Será que é saber mil jeitos diferentes de amarrar um lenço? Juro que ainda pretendo descobrir se já nascem de lenço ou se passam por algum treinamento especial desde a maternidade.

d2

fonte InStyle

De acordo com a minha humilde observação, outras características estão atreladas:
– usam sempre o que lhe caem bem. Não consigo imaginar uma parisiense reclamando que a saia está muito curta, que a calça está muito apertada ou os sapatos muito altos.
– tem um estilo pessoal e não seguem tendências dos pés à cabeça. Muito embora sempre saibam o que está em alta, atualizam o look com pequenos “toques” de moda.

d3

– compram peças de qualidade, mas não necessariamente caras e de grife, podem ser roupas de shopping ou garimpadas na lojinha da esquina. Sendo bacana, tanto faz. Aliás, a maioria foge de grifes. Quanto mais desconhecida, mais a marca tem chance de agradar, por ser única.
– Usam o cabelo calculadamente “desarrumadinho”;

d4

A atriz francesa Audrey Tautou, fonte InStyle

– Maquiagem é sempre benvinda, porém discretamente;

d5

A atriz francesa Marion Cotillard, fonte InStyle

– E, para mim, o mais lindo de tudo isso: abraçam suas imperfeições e aceitam a idade.

d6

Atriz francesa Juliette Binoche (uma de minhas musas inspiradoras!), fonte FansShare

Coisas totalmente possíveis de serem seguidas, certo? E não só pelas francesas, mas por qualquer uma de nós. O que acham? Vamos exercitar também o nosso “je ne sais quoi” *?

(*) algo que não se consegue explicar, um “não sei que” característico e positivo de uma pessoa que a distingue das demais.

Para saber mais: “A Parisiense”, livro guia de estilo de Ines de La Fressange. Ed. Intrínseca.

d7

 

Dea Scannapieco, 41 anos, pesquisadora por profissão, blogueira nas horas vagas, curiosa em tempo integral, meio cá, meio lá… uma jovem senhora

Banner SenhoraSenhorita1

Compartilhe!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>