segunda-feira - 4, novembro, 2013 | por: Bom Retiro Na Moda

Tal mãe, tal filha

 001

Sua imagem é sempre associada à elegância. Nascida em Caracas, na Venezuela, CAROLINA HERRERA debutou como designer internacional em 1981, aos 40 anos, ao se mudar para Nova York com a família. Hoje, Carolina é dona de um império de roupas, acessórios e perfumes, que comanda com a ajuda da filha mais nova, Carolina Herrera Jr.

Herdeira de uma grife de sucesso, CAROLINA HERRERA JR. subverte as expectativas – é cool, elegante, mas de um jeito mais informal. É adepta de pouca maquiagem e cabelos mais naturais possíveis. Fascinada pelas memórias olfativas, estreou na perfumaria com 212 e mais recentemente lançou CH – duas fragrâncias que trazem impresso o seu DNA.

Estilo na maturidade segundo CAROLINA HERRERA: “O melhor acessório que uma mulher pode ter é um espelho de corpo inteiro. Acho triste quem quer parecer mais jovem, mas também não vejo nada de errado em quebrar certos tabus se o seu corpo e o seu espírito permitirem”.

003

Pesquisando sobre essas duas lindezas, encontrei uma entrevista – meio antiga; de mãe e filha que achei muito interessante e pertinente. Na ocasião, deram ótimas dicas de elegância e estilo para mulheres de 20, 30, 40, 50 e 60 anos. Compartilho uma parte da entrevista com vocês. Olha que bacana…

004

20 anos

Um vestido de festa fabuloso, como o modelo usado por Keira Knightley, é peça essencial.

“Aos 20 anos, as mulheres não querem se destacar e só estão preocupadas em ter a bolsa ou o sapato do momento. Uma boa compra nesta idade é um vestido de festa fabuloso, pois a juventude faz com que peças extravagantes fiquem leves e bonitas”, diz Carolina Herrera. Sua filha acrescenta: “É nesta idade que devemos aprender que menos é mais. Deixe a roupa falar por si mesma, use poucos acessórios”.

005

30 anos

Jeans pode compor um look chique ou despojado, como o de Cynthia Howlett.

“Esta é a hora de encontrar seu estilo próprio. Olhe as revistas e os filmes para procurar roupas que aprecia, mas sempre confie mais no seu gosto pessoal. Não tente copiar as famosas tão literalmente. Saiba o que combina com você”, diz Carolina Herrera Jr. A mãe completa: “Uma boa calça jeans é absolutamente necessária nesta idade. Pode ficar chique ou despojada, dependendo dos complementos”.

006

40 anos

É fundamental nesta fase não tentar parecer mais jovem.

“Sugiro que mulheres desta idade não tentem parecer que têm 20 – esse é o pior erro. Sou a favor do botox, mas acho que todo mundo tem que saber quando parar”, diz Herrera Jr. – com 38 anos na época; que mesmo com discretas ruguinhas no canto dos olhos, já não usava muita maquiagem e, mesmo assim, está sempre linda.

007

50 anos

Uma bela camisa branca é garantia de elegância.

“Se você tem filhas, cuidado para não usar roupas que elas usariam”, diz Carolina mãe. A filha recomenda ter uma boa camisa branca, “que faz qualquer mulher mais elegante”, e completa: “Não é pecado uma mulher aparentar sua idade real. Tenha dignidade, que a elegância virá disso”.

008

60 anos

Saltos altos deixam o look poderoso.

“’Saltos altos incríveis são uma arma para qualquer mulher e, aos 60 anos, eles conferem poder”, diz Carolina Herrera Jr. A mãe acrescenta: “Ser chique não tem nada a ver com dinheiro. Conheço muitas mulheres ricas que são cafonas. Aposte no que a faz única, no que a difere da multidão, e você terá encontrado a própria elegância”.

Lindos dizeres, não acham? Independente da sua idade e do seu poder aquisitivo valorize-se, aceite-se e seja cada dia mais feliz.

Bjs e uma ótima semana!

(Imagens: revistas Quem,Elle e InStylle)

Banner SenhoraSenhorita1

Dea Scannapieco, 41 anos, consultora de estilo pessoal, blogueira nas horas vagas,
curiosa em tempo integral, meio cá, meio lá… uma jovem senhora.

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>